Dispositivo Intrauterino (DIU)

Photo by Reproductive Health Supplies Coalition on Unsplash

O DIU é um pequeno dispositivo que é colocado dentro do útero pelo médico ginecologista. O procedimento pode ser realizado no consultório médico ou em bloco cirúrgico, quando há necessidade de sedação (casos selecionados).

Atualmente temos muitas opções de DIUs no mercado. Podemos dividir em hormonais e não hormonais.

Os DIUs hormonais podem ser utilizados para outras finalidades além da contracepção, como tratamento de sangramento uterino, adenomiose ou como adjuvante nas terapias de reposição hormonal.

Os DIUs de cobre ou cobre e prata têm função exclusivamente contraceptiva, não apresentando influência na ação dos hormônios produzidos pela mulher.

A decisão de qual DIU é melhor para cada paciente é tomada em consulta médica, após pesar os prós e contras de cada um. Realiza-se o exame ginecológico habitual com coleta de exame citopatológico para somente após esta avaliação, agendar a inserção do DIU.

A colocação em consultório costuma ser bem tolerada pela maioria das pacientes. Medicações analgésicas podem ser utilizadas para amenizar o desconforto.

Para ter certeza que o DIU encontra-se no lugar certo a fim de exercer sua função contraceptiva, é realizada uma ecografia transvaginal em até 30 dias da inserção.

[Ficou com dúvidas? Pode deixar nos comentários]

Médica ginecologista e obstetra em Porto Alegre|RS. Especialista em Medicina Fetal e Ultrassonografia. Atuação e pesquisa na área da sexualidade humana.